Visafértil | Mirlene Picin conquista 3 medalhas de bronze no Campeonato Sulamericano de Biathlon de Inverno.
Inovação, tecnologia e sustentabilidade em benefício da agricultura O Grupo Visafértil, há mais de 24 anos, produz e comercializa Adubos Orgânicos, Corretivos e Condicionadores de solo. Técnicas inovadoras de fermentação e compostagem garantem excelência de qualidade.
adubo orgânico, agricultura, adubo, solo, fertilizante, plantação, ambiental, corretivos de solo, condicionadores de solo, compostagem
18952
single,single-post,postid-18952,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-5.7,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.4,vc_responsive

Mirlene Picin conquista 3 medalhas de bronze no Campeonato Sulamericano de Biathlon de Inverno.

20748197_1376140905773113_2451293318147172693_o

14 Ago Mirlene Picin conquista 3 medalhas de bronze no Campeonato Sulamericano de Biathlon de Inverno.

De 4 a 8 de agosto passado, aconteceu a 17ª edição do campeonato militar e a 9ª edição do campeonato civil de biathlon de inverno, modalidade olimpica que une a corrida de ski cross country com o tiro de rifle calibre .22.

 

A Brasileira Mirlene Picin terminou a competição com 3 medalhas de bronze, conquistadas nas 3 provas disputadas pela atleta.

No dia 4, Mirlene foi a terceira colocada na prova de abertura do evento. Uma competição de 10km de ski sem o tiro na modalidade skating.

Picin concluiu o percurso em 30 minutos e 50 segundos. A vencedora foi a militar argentina Cecilia Dominguez (28:42) e a segunda colocada a militar chilena Claudia Salcedo (29:16).

 

No dia 5, aconteceu a prova de sprint de biathlon, com 7,5km e 2 paradas de tiro. Mirlene Picin mais uma vez foi a terceira colocada e o podium foi completo por uma chilena e a vitoria ficou com uma atleta da argentina. Com 5 tiros errados dos 10 acertos possiveis, Mirlene ainda teve um desempenho razoavel no tiro se comparado com a media de erros: 7.

 

O evento foi encerrado no dia 7 com uma prova de largada em massa de 10km e 4 paradas de tiro. A brasileira teve apenas 5 acertos dos 20 possiveis, o que a deixou de fora da briga pelo ouro, mas com um ski forte, conseguiu correr atras do prejuizo e estar entre as 3 primeiras colocadas.

 

As provas acontecem na escolar military de montanha de Portillo, a 2980m de altitude.

 

Mirlene fez sua estreia em competições sulamericanas em agosto de 2008. Os primeiros podiuns apareceram no ano seguinte, foram 5 medalhas somadas nas etapas do chile e da argetina. De lá pra cá, a brasileira só não conquistou medalhas nos anos de 2013 (não competiu) e em 2016 (ano em que teve uma embolia pulmonar durante o vôo para as competiçnoes em Ushuaia em julho e no mês de agosto, ainda se recuperando, teve um baixo rendimento na competiçao do Chile.

Ao todo, são 26 medalhas somadas durante esse periodo, em etapas do sulamericano de biathlon tanto no chile quanto na argentina.

 

Patrocinio:

Visafertil

Nanobr Nanotecnologia

Bones Skiroll

 

Apoio:

Murilhas Comunicação

Hospital 22 de Outubro

Parceria:

Prefeitura Municipal de Mogi Mirim

Explosão Suplementos Alimentares

 

Clube: Sun Valley Ski Education Foudantion – Idaho – E.U.A