Visafértil | PODIUM VERDE – 380 MUDAS EM 2015
Inovação, tecnologia e sustentabilidade em benefício da agricultura O Grupo Visafértil, há mais de 24 anos, produz e comercializa Adubos Orgânicos, Corretivos e Condicionadores de solo. Técnicas inovadoras de fermentação e compostagem garantem excelência de qualidade.
adubo orgânico, agricultura, adubo, solo, fertilizante, plantação, ambiental, corretivos de solo, condicionadores de solo, compostagem
17809
single,single-post,postid-17809,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-5.7,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.4,vc_responsive

PODIUM VERDE – 380 MUDAS EM 2015

5641dec8d5a54

11 Nov PODIUM VERDE – 380 MUDAS EM 2015

Mirlene Picin vence corrida da Renovias e fecha o Projeto Podium Verde 2015 com 380 mudas.

10.4km pelas ruas de Mogi Mirim foram os escolhidos para concluir o projeto Podium Verde Visafertil 2015.

42 minutos e 20 segundos foi o tempo registrado e o suficiente para cruzar as linha de chegada na primeira colocação e contabilizar mais 25 mudas de árvores e fechar a contagem no ano de 2015.

A corrida tinha apelo ecológico já que uma das empresas patrocinadoras do evento também vai reflorestar uma área na cidade. E nada mais justo fechar o projeto em Mogi Mirim, cidade natal da atleta e sede da empresa Visafértil, patrocinadora do projeto Podium Verde. O público e os corredores de toda a região vestem a camisa do projeto e a torcida foi grande durante todo o ano, desde janeiro, com o início do projeto.

 

O podium feminino dos 10.4k da Eco Run Renovias foi completado por Carolina Gualtieri Bueno (46:15) e Daniela Barbosa (47:08) em uma prova que contou com 3 mil inscritos gratuitamente nas distâncias de 10.4k, 5k e a caminhada.

 

“Foram 7 provas no ski, 8 corridas de rua e 10 de montanha. Entre elas um campeonato mundial (Suecia), 2 sulamericanos (Chile e Argentina) a mãe das maratonas (Boston) e a senhora ultra (Comrades). 18 podiuns e 380 árvores contabilizadas. Competi com prazer, treinei com gosto e o projeto trouxe de volta a motivação que eu havia perdido.

Ainda vou competir em 2015, mas no momento a contabilidade das árvores cessa. É hora de treinar mais, me preparar, ajustar as velas e em 2016 o projeto volta soprando forte, levantando a bandeira de mais uma causa além das árvores: a saúde dos olhos.

Agradeço a todos que torceram e que de alguma maneira deram um “gás” no projeto. Hora de colocar a mão na enxada e plantar as árvores conquistadas.”

 

Patrocínio

Nanobr Nanotecnilogia

Visafértil

 

Parceria

Murilhas Comunicação

Suunto Brasil

Salomon Brasil

Apoio

Centro Oftalmológico – Dr. Rodrigo e Flavio Hoffmann

Hospital 22 de outubro

Sigvaris